blog-post-image

CURATIVOS

Quem anda preparado para qualquer imprevisto tem sempre em seu kit de primeiros socorros gaze, soro fisiológico e esparadrapo.

Os curativos são uma maneira terapêutica para limpar e aplicar uma cobertura estéril em uma ferida. O objetivo de se fazer um curativo é promover a cicatrização mais rápida, prevenindo de contaminações ou infecções.

As feridas consistem em rupturas na integridade de algum tecido ou órgão, podendo afetar desde a epiderme até estruturas mais profundas.

 

Necessários em vários casos, as situações em que se se utilizam os curativos podem ser:

. Cirúrgicas: ocasionadas por procedimentos cirúrgicos

. Traumáticas: provocadas acidentalmente por fatores que podem ser mecânicos (acidentes, perfuração por armas, etc), físicos (frio, calor, radiação), químicos (ácido, soda cáustica) e biológicos (contato com animais ou parasitas).

 

Quais são os tipos de curativos?

Facilidade de remoção, conforto e a falta de necessidade de realizar trocas frequentes são alguns dos detalhes sobre as coberturas que devem ser respeitados.

A opção pelo curativo ideal envolve a análise do quadro. Cada curativo possui uma função específica para a cicatrização dos mais diferentes tipos de feridas. As versões mais conhecidas dos curativos são gaze, pomadas e óleos.

Mesmo havendo uma enorme diversificação, não existe escolha perfeita de curativo para todos os tipos de feridas cutâneas. Hoje em dia podemos contar com uma ampla quantidade de produtos que podem ser utilizados para cobertura de feridas, cada um tendo sua indicação específica.

 

Cuidados necessários

As feridas menos complexas, como escoriações e pequenos cortes, permitem que seus curativos sejam realizados em casa. O posto de saúde é indicado somente para fazer curativos onde se faça indispensável o acompanhamento por um profissional especializado para avaliar.

A troca de curativo precisa ser realizada seguindo corretamente as orientações médicas. Essa troca deve acontecer dependendo do tipo de curativo a ser utilizado.

 

Melhor forma de limpar

A solução a ser utilizada na limpeza de feridas não pode ser tóxica para os tecidos humanos.

Esta solução precisa:

. Se manter eficaz na presença de material orgânico 

. Diminuir a quantidade de micro-organismos 

. Não provocar reações de sensibilidade

. Encontrar-se amplamente disponível

. Possuir custo eficaz

. Ter uma longa vida útil.

 

Os enfermeiros têm uma preferência por fazer a limpeza com soro fisiológico 0,9%. O soro é capaz de preencher todos os critérios necessários para a escolha do medicamento. O mais indicado no momento da limpeza é a irrigação com jatos de soro fisiológico 0,9% morno ou em temperatura ambiente.

 

Indicações para cada tipo de curativo

Curativo fechado

. Absorver a drenagem de secreções

. Proteger a ferida das lesões mecânicas

. Promover hemostasia, por meio de curativos compressivos

. Impedir contaminação do ferimento por fezes, vômito, urina

. Promover o conforto psicológico do paciente.

 

Curativo aberto

. Eliminar as condições precisas para o crescimento de micro-organismos (calor, umidade, ausência de luz solar, etc)

. Possibilitar a melhor observação e detecção precoce de dificuldades no processo de cicatrização

. Facilitar a limpeza

. Evitar reações alérgicas ao esparadrapo

. Ser mais barato.

 

Venha para a Medic Life e deixe-nos cuidar da sua saúde!