blog-post-image

BIÓPSIA DA MAMA

A biópsia da mama consiste em um exame de diagnóstico onde o médico remove uma amostra de tecido da parte interior da mama, normalmente de um nódulo, para analisar em laboratório e observar a presença de células cancerígenas.

Geralmente, este exame é realizado com o objetivo de confirmar, ou descartar, o diagnóstico de câncer de mama, principalmente quando os outros exames realizados indicaram alterações que levam a suspeita de câncer.

Este exame pode ser realizado no consultório do médico ginecologista, sob anestesia local, dispensando a necessidade de internação.

 

Realização da biópsia de mama

Relativamente simples, o procedimento para fazer a biópsia de mama requer:

. Aplicação de anestesia local em uma região da mama

. Introdução de uma agulha no local anestesiado

. Coleta de uma amostra de tecido do nódulo detectado em outro exame

. Retirada da agulha e envio da amostra de tecido para o laboratório.

 

Em alguns casos, o médico pode fazer uso de um aparelho de ultrassom para ajudar a guiar a agulha até o nódulo, assegurando que a amostra seja retirada do local exato.

Além de realizar a biópsia do nódulo da mama, o médico poderá fazer ainda uma biópsia de um nódulo linfático, normalmente na área da axila. 

 

Este procedimento dói?

Geralmente a biópsia da mama não dói, uma vez que é utilizada anestesia local, contudo, pode ser que a paciente sinta uma pressão sobre o peito, o que, em mulheres mais sensíveis, pode ocasionar certo desconforto.

Normalmente, a dor é sentida somente durante as pequenas picadas feitas na pele para a introdução da anestesia na mama.

 

Cuidados pós-exame

Durante as primeiras 24 horas depois da realização da biópsia, é indicado evitar atividades físicas extenuantes, porém a paciente pode retomar suas atividades diárias normalmente.

Contudo, é fundamental consultar o médico, no caso de nos primeiros dias aparecerem:

. Inchaço da mama

. Sangramento no local da biópsia

. Vermelhidão ou pele quente.

 

É normal que apareça um pequeno hematoma na área onde a agulha foi inserida e, por essa razão, o médico pode prescrever o uso de um analgésico ou um anti-inflamatório, como paracetamol ou ibuprofeno, para ajudar no alívio do desconforto nos próximos dias.

 

Interpretação dos resultados

O resultado do exame da mama precisa sempre ser interpretado pelo médico que pediu a biópsia, porém, podem haver indicações como:

. Ausência de células cancerígenas

Isso que dizer que o nódulo é benigno e, assim, não é câncer. Contudo, pode ser aconselhado pelo médico manter vigilância, principalmente nos casos onde o nódulo esteja aumentando de tamanho.

 

. Presença de células cancerígenas ou tumorais

Normalmente demonstram a presença de câncer, assim como de outras informações sobre o nódulo, que auxiliam o médico na seleção do tratamento mais adequado.

Nos casos onde a biópsia é realizada com cirurgia e retirada do nódulo, é normal que, além de indicar a presença ou não de células cancerígenas, o resultado mostre também todas as características do nódulo.

Quando o resultado da biópsia dos nódulos linfáticos é positiva e apresenta indicações da presença de células tumorais, geralmente significa que o câncer já está se espalhando da mama para outras partes do corpo.

 

Sua saúde é seu bem mais precioso. Ligue e agende ainda hoje uma consulta com os profissionais capacitados da Medic Life!