blog-post-image

ELETROCARDIOGRAMA

Mais conhecido como ECG, consiste em um exame que analisa a atividade elétrica do coração a partir de eletrodos fixados na pele. O que caracteriza essa atividade é a variação na quantidade de íons de sódio dentro e fora das células musculares cardíacas.

O resultado do eletrocardiograma é registrado em gráficos que comparam a atividade cardíaca do paciente com o padrão, mostrando se a atividade cardíaca se encontra dentro da normalidade ou se existem alterações nos músculos e nos nervos do coração.

 

O ECG é um exame capaz de identificar o ritmo do coração e o número de batimentos por minuto, fazendo com que seja utilizado para identificar:

. Arritmias

. Aumento de cavidades cardíacas

. Patologias coronarianas

. Infarto do miocárdio

. Distúrbios na condução elétrica do órgão

. Problemas nas válvulas do coração

. Pericardite

. Hipertrofia das câmaras cardíacas

. Doenças que isolam o coração.

 

Pode ser indicado também para checar a saúde do coração quando o paciente apresenta outras condições, como:

. Pressão alta

. Colesterol alto

. Tabagismo

. Diabetes

. Histórico familiar de doença cardíaca precoce.

 

Tipos de eletrocardiograma

No total, existem 3 tipos de eletrocardiograma, todos com a mesma finalidade e com igual capacidade de atingir o mesmo fim.

 

A diferença está no modo como cada um desses tipos é realizado. Contudo, também existem algumas semelhanças, como:

. Indicações: É recomendado ao paciente não fumar por 30 minutos ou praticar atividades físicas 10 minutos antes de realizar o exame

. É utilizado um gel condutor para facilitar a captação dos estímulos em todos os 3 tipos. 

 

. Eletrocardiograma padrão

Pode ser chamado também como ECG de repouso ou de superfície, é o tipo mais comum do exame, simples de realizar e indolor. Dura em média 5 minutos.

 

. Eletrocardiograma de esforço

Popularmente conhecido como teste ergométrico, é feito o no momento em que o paciente executa algum tipo de exercício físico, normalmente na esteira ou na bicicleta. É permitido ao paciente para o exercício, em caso de exaustão, e tem uma duração média de 20 minutos.

 

. Holter

Também chamado de monitorização de ECG ambulatorial, consiste em um dispositivo responsável por registrar a atividade cardíaca do paciente por 24 horas, funcionando como um aparelho de gravação com fios eletrodos conectados no peito do paciente.

 

. Quando fazer um ECG

Dependendo da faixa etária e do sexo biológico, deve-se realizar esse exame periodicamente. Homens a partir dos 40 anos e mulheres a partir dos 50 anos devem realizar o ECG padrão ao menos 1 vez ao ano. 

 

O ECG pode ser recomendado também caso surjam sintomas como:

. Falta de ar

. Tontura

. Batimentos cardíacos irregulares

. Desmaio.

 

Existem contraindicações?

As contraindicações para a realização do ECG são muito raras, porém, um dos fatores que pode impossibilitar sua realização seria o impedimento de conectar os eletrodos na pele do paciente.

Qualquer pessoa em qualquer situação pode realizar um eletrocardiograma.

 

Preparação para o exame

É importante sempre avisar ao médico quanto aos medicamentos usados, uma vez que alguns deles podem ocasionar alterações no resultado do exame. É importante esclarecer também o motivo da realização do exame, como será feito e seus riscos.

O exame não deve ser realizado com jóias no pescoço, braços ou pulso. Homens que possuem muitos pelos no tórax, pode ser preciso apará-los.

 

Agora que você já sabe que o eletrocardiograma é um exame comum e sem contraindicações, marque sua consulta na Medic Life e deixe-nos cuidar da sua saúde!