blog-post-image

TESTE DE ESFORÇO

Popularmente conhecido como teste ergométrico, ele vai fazer você sua a camisa por um bom motivo: descobrir como está a saúde do seu coração!

O teste de esforço é realizado para avaliar o funcionamento do coração durante um esforço físico. Pode ser realizado na esteira ou na bicicleta ergométrica, possibilitando que a velocidade e o esforço sejam gradativamente aumentados, de acordo com a capacidade de cada pessoa.

Dessa maneira, este exame copia momentos de esforço diário, como por exemplo, subir escadas ou ladeiras, que são eventos que podem ocasionar desconforto ou falta de ar em pessoas com risco de infarto.

O teste de esforço é bastante utilizado para a prevenção e diagnóstico de algumas enfermidades cardíacas. Uma das principais enfermidades é a doença arterial coronariana, uma formação de placas de gordura que atine as artérias coronárias e compromete o fluxo de sangue para o coração e provoca infarto.

Esse exame pode detectar também arritmias, insuficiência cardíaca e hipertensão arterial. É bem amplo para um exame inicial, porém necessita de testes complementares para fechar um diagnóstico adequado.

 

Se preparando para o exame

Para fazer o teste de esforço, deve-se tomar alguns cuidados:

. Não fazer exercício físico 24 horas antes de realizar o teste

. Dormir bem na noite que antecede o teste

. Não estar de jejum para o exame

. Ingerir alimentos de fácil digestão, como iogurte, maçã ou arroz, 2 horas antes do teste

. Usar roupas confortáveis para exercício físico e tênis

. Não fumar 2 horas antes e 1 hora após o exame

. Levar uma relação com os remédios que toma.

 

É possível que surjam algumas complicações durante o exame, como arritmias, infartos ou até paradas cardiorrespiratórias, especialmente em pessoas que já possuem algum tipo de problema grave do coração, mesmo assim, o teste de esforço precisa ser realizado por um cardiologista.

Após a interpretação do resultado pelo cardiologista, ele poderá dar início ao tratamento ou recomendar a realização de outros exames complementares para a investigação do coração, como cintilografia miocárdica, ecocardiograma com estresse ou cateterismo cardíaco. 

 

Quando fazer o teste de esforço

As indicações para fazer um teste de esforço são:

. Suspeita de doenças na circulação do coração, como angina ou pré-infarto

. Investigação de dor no peito, por função de infarto, arritmias ou sopro cardíaco

. Observação de alterações na pressão durante o esforço, durante a investigação de hipertensão arterial

. Avaliação do coração para realização de atividade física

. Identificação de alterações causadas por sopro no coração e defeitos em suas valvas.

 

Assim, o clínico geral ou o cardiologista podem requisitar o teste de esforço quando o paciente apresenta sintomas cardíacos como dor no peito aos esforços, alguns tipos de tontura, palpitações, picos hipertensivos, e dessa forma ajudar a encontrar a causa.

Assim como no eletrocardiograma, os dados recebidos pelos eletrodos são transformados em gráficos pelo computador e interpretados pelo cardiologista que solicitou o exame. 

É requisitado pontualmente para a investigação de problemas no coração ou como uma das partes do checkup preventivo em grupos de risco. Auxilia também no acompanhamento de pessoas que já infartaram e das que estão prestes a iniciar a prática de atividades físicas mais intensas.

 

Não perca tempo! Agende sua consulta na Medic Life!