blog-post-image

Conheça a Origem do Outubro Rosa

Postado 01/10/2019 por Medic Life

É possível que você já tenha visto os principais monumentos da cidade com iluminação rosa durante o mês de outubro. É quando acontece o Outubro Rosa, campanha criada para conscientizar as pessoas a respeito do câncer de mama. O objetivo é chamar a atenção para umas das doenças que mais mata mulheres no Brasil.

O movimento teve início em 1990, após a Fundação Susan G. Komen For The Cure distribuir laços cor de rosa aos participantes da primeira Corrida Pela Cura, que aconteceu em Nova York. Entretanto, somente em 1997 começaram efetivamente a fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama. Tido como uma data importante até os dias de hoje, a campanha traz à tona a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

No Brasil, as ações começaram a serem desenvolvidas a partir de 2002. Prédios públicos, monumentos, pontes, teatros, entre outros lugares importantes das cidades são iluminadas com a cor rosa. Corridas, eventos e ações sociais também são constantemente desenvolvidas durante o mês de conscientização.

 

CAUSAS

Muito comum em mulheres entre 40 e 69 anos, o câncer de mama é responsável pela maioria das mortes em mulheres depois do câncer de pele. Isso ocorre devido a exposição ao hormônio estrógeno que está em seu auge com a chegada dessa idade. A partir dos 50 anos o risco aumenta ainda mais.

A menstruação precoce é outro fator que pode influenciar no diagnóstico pois é no início desse período que o corpo feminino passa a produzir quantidades maiores do hormônio estrógeno. Quando a primeira menstruação ocorre antes dos 11 anos de idade, significa que os ovários intensificaram sua produção do estrogênio, com isso, o organismo ficará exposto ao hormônio por mais tempo no decorrer da vida.

Outros fatores são o colesterol alto e o excesso de peso, principalmente após a menopausa, isso porque, a partir dessa idade, o tecido gorduroso passa a atuar como uma nova fábrica de hormônios.

 

SINTOMAS

Já os sintomas do câncer de mama podem variar de acordo com o tamanho e estágio do tumor. Nem sempre os tumores, quando iniciais, apresentam sintomas. Caso seja perceptível durante o toque, é sinal de que o tumor possa ter cerca de 1 cm, o que já o classifica como uma lesão muito grande.

Nódulos nas axilas, alteração no formato das mamas e dos mamilos, vermelhidão na pele, inchaço ou calor, pele enrugada e, em estágios mais avançados, podem aparecer feridas na mama.

 

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico pode ser feito através da mamografia, ressonância magnética, ecografia, entre outros exames de imagem. O médico irá analisar os receptores hormonais para saber sua classificação histológica. Caso confirmado o tumor maligno, o melhor tratamento será determinado.

 

TRATAMENTO

O tratamento varia de acordo com o tipo de câncer. Os mais indicados são a quimioterapia, a radioterapia, a hormonoterapia e a cirurgia para remoção parcial ou total da mama. O médico pode incluir a combinação de alguns recursos terapêuticos em alguns casos.

 

Venha para a Medic Life cuidar da sua saúde com os melhores profissionais, exames e procedimentos para o cuidado da saúde da mulher em Formosa!